13 setembro 2010

Homenagens aos 50 anos de Design Brasileiro


              Na segunda metade do século XX, o design conheceu, no Brasil, um período de crescente aceitação e procura. Os designers que então atuavam no país criaram todo um repertório de novidades transformandoras, provando com suas realizações a indispensável função social do design: móveis, jóias, identidade visual no espaço doméstico e no urbano, arte gráfica, iluminação de ambientes, sinalização de logradouros públicos e de interiores.



A Artkasa através da Saccaro criou o projeto 50 anos em 5 para comemorar os 50 anos de Brasília, um marco da arquitetura e do design brasileiro. A partir de 5 produtos Saccaro, 5 artistas consagrados, inspirados em Brasília, criaram obras de arte únicas. As peças serão levadas em exposição itinerante às principais capitais brasileiras.


 Vik Muniz,
 Oskar Metsavah, 
Carlinhos Brown, 
Mauricio Azeredo
 Juarez Machado

1ª OBRA – NINHO MOEBIUS  por Carlinhos Brown


Criação do designer Roque Frizzo, inspirado na fita de Moebius, teoria criada pelo matemático e astrônomo alemão August Ferdinand Moebius (1790-1868).
O ninho Moebius é um móvel despojado que convida para um tranquilo relaxamento. O produto foi selecionado pelo 23º Prêmio do Museu da Casa Brasileira.



“A intervenção mata a saudade do Dadaísmo.  

Deixa explícita a força do coletivo. 
Isso é social, é? Saccaro?!”


2ª OBRA - Por Oscar Mersavaht  Homenagem  A FAMÍLIA ZANINE




 Oscar Metsavaht escolheu a poltrona Joatinga, criada por Zanini de Zanine em homenagem aos 90 anos de seu pai Zanine Caldas. 





3ª OBRA - Mauricio Azevedo  Homenagem a SÉRGIO RODRIGUES


Maurício Azeredo fez uma releitura da Espreguiçadeira Rodrigues, que foi  desenhada pela Mendes Hirth em homenagem aos 80 anos de Sergio Rodrigues



4ª OBRA - Juarez Machado Homenagem CARLOS MOTTA




A poltrona Tempo, de Carlos Motta, na versão de Juarez Machado.


5ª OBRA - Vik Muniz Homenagem a A FAMÍLIA RODRIGUES



E Vik Muniz selecionou a peça Biombo-lê, projetada por Veronica Rodrigues em homenagem a seu pai Sergio Rodrigues.